Eliane Fetzer no 28º Festival de Dança de Joinville

O trabalho da gaúcha Eliane Fetzer, radicada há 21 anos em Curitiba, chega a um momento especial. Desde 1997, Eliane participa com seus grupos do Festival de Dança de Joinville, mas nunca teve tantas coreografias para serem mostradas. São dez no total, entre mostra competitiva e palco aberto, de quinze inscritas no processo seletivo. Essa aprovação reflete o grande momento de um grupo de bailarinos dedicados, com técnica apurada e determinados a seguir em frente, mesmo com as adversidades: a Cia. Eliane Fetzer.

Nesta ocasião feliz, Eliane Fetzer consegue mostrar que suas características de coreógrafa são impressas tanto na dança contemporânea como no jazz, dois estilos completamente distintos e que ganham seus respectivos espaços na obra desta coreógrafa.

Para a Mostra Competitiva, as cinco coreografias aprovadas exploram tanto a formação de conjuntos como os solos masculino e feminino, tendo também coreógrafos convidados assinando alguns trabalhos. Cada trabalho explora aspectos da dança que são vitais para Eliane: força, técnica, personalidade, versatilidade, organicidade, segurança e beleza.

Na coreografia “Nihim – Segure por um Instante”, o coreógrafo convidado Airton Rodrigues (BTG) explora o universo lúdico, ao reunir pequenos spots de luz, cores e até mesmo o blackout com movimentos extremamente fluidos e orgânicos, que caracterizam a dança contemporânea. Ao som leve de Ben Harper, o resultado é um espetáculo de naturalidade e respiro, trabalhando também com a expectativa da surpresa do público. Esta é a segunda vez que Airton cria para a Cia. Eliane Fetzer definindo este trabalho como “uma festa”.

Para o jazz, Eliane Fetzer explorou a sensualidade do tango, na coreografia “A luz, o sentimento e as mentiras”. Com 18 bailarinos no palco, o espaço é preenchido com duos, trios, conjuntos masculinos e femininos, que referenciam claramente os movimentos do tango original. O tom sensual, no entanto, é dado pelos movimentos masculinos, o que mostra o lado viril e provocativo da dança. Esta coreografia conquistou o 2º lugar do 18º Festival Internacional Passo de Arte, realizado de 9 a 18 de julho, em Indaiatuba (SP).

Além destas duas coreografias de grupo, Eliane Fetzer terá mais três trabalhos competindo: dois solos de dança contemporânea e outra coreografia de grupo, com jazz. O solo feminino é assinado por Robson Schmoeller, que já fez parte da Cia. Eliane Fetzer e hoje atua em uma companhia de Niterói (RJ).

”Hoje, sinto um momento diferente dos nossos grupos. Nossos bailarinos mostram uma grande maturidade e isso se reflete no que mostramos no palco”, avalia Eliane. A Cia. de Dança Eliane Fetzer participa desde 1997 do Festival, quando conquistou o 3º lugar da mostra competitiva, com a coreografia de jazz amador “Armagedon”. Em 1999, a coreografia “Pictures”, também de jazz, ganhou o 2º lugar da mostra competitiva.

Coreografias selecionadas para Mostra Competitiva (palco fechado) do Centro de Evento Cau Hassen, pelo 28º Festival de Dança de Joinville:

Dia 22/07, quinta-feira – Dança contemporânea – Conjunto – categoria Avançada
Cia Eliane Fetzer
Coreografia: Nihim – Segure Por Um Instante, de Airton Rodrigues (BTG)
Descrição: Fala das sensações de estar e deixar de estar, de segurar por um instante aquilo que é bom e fugir do que é ruim. A efemeridade das relações vista pelo lado positivo: quando esquecemos alguém estamos prontos para conhecer outro alguém.

Dia 23/07, sexta-feira – Dança contemporânea – Solo Feminino – cat. Avançada
Cia Eliane Fetzer
Bailarina solista: Melissa de Castro
Coreografia: ENQUANTO VOCÊ NÃO VEM, de Robson Schmoeller (RJ)
Descrição: Fala da espera… Espero por você e me distancio da esperança de ver, me entrego à despedida no anseio do que virá.

Dia 25/07, domingo – Jazz – conjunto – categoria Avançada
Grupo de Jazz Eliane Fetzer
Coreografia: A LUZ, O SENTIMENTO E AS MENTIRAS, de Eliane Fetzer
Descrição: Fala de corpos na penumbra e do simples desejo do contato físico. A luz reflete nos olhos o sentimento que o coração não é capaz de transmitir. As pessoas são tomadas pela paixão mentirosa e carnal.

Dia 25/07, domingo – Jazz – Solo feminino – categoria Avançada
Bailarina Solista: Julia Meirelles
Coreografia: CABEÇA DE GUEIXA CORPO DE MULHER, de Eliane Fetzer
Descrição: Retrata a história de uma gueixa da China tradicional, que tenta livrar-se de toda a “antiguidade” para viver nos tempos modernos.

Dia 30/07, sexta-feira – Dança contemporânea – Solo Masculino – cat. Avançada
Cia Eliane Fetzer
Bailarino solista: André de Oliveira
Coreografia: POR UM INSTANTE, de Robson Schmoeller
Descrição: Nos instantes em que me vejo, eu e meu corpo… Instantes… me vejo… eu e meu espaço…instantes, me vejo… Eu.

Coreografias selecionadas para a mostra de Palcos abertos, durante o evento, sem competição:

Jazz Conjunto – categoria Avançada
Eliane Fetzer Jazz
Coreografia: KUNG FU, de Eliane Fetzer

Dança Contemporânea – categoria Avançada
Cia Eliane Fetzer
Coreografia: PORQUE PRECISO DE VOCÊ, de Eliane Fetzer

Dança Contemporânea – categoria Avançada
Cia Eliane Fetzer
Coreografia: VOZES, de Eliane Fetzer

Dança Contemporânea – Solo Masculino – categoria Avançada
Cia Eliane Fetzer
Coreografia: POR TODA MINHA VIDA, de Eliane Fetzer

Jazz – Conjunto Sênior
Eliane Fetzer Juvenil Jazz
Coreografia: EL CUERPO, de Vanessa Castro


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emNotícias de Eventos e tags , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Comentar

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos obrigatórios estão marcados com *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Spirallab