Festival Verão RS 2011: Port Of Memory

Port of MemoryPort Of Mem­o­ry (França, 2009) é um doc­u­men­tário, dirigi­do por Kamal Alja­fari, que não dire­ciona o espec­ta­dor com palavras e nar­ra­ti­vas, ape­nas ima­gens. Acom­pan­hamos o dia a dia de uma família, que mora na em Jaf­fa na Palesti­na, e todas as peque­nas pecu­liari­dades de cada um de seus inte­grantes. Eles rece­ber­am uma ordem de despe­jo da sua casa, e sem saber muito o que faz­er, con­tin­u­am ten­tan­do seguir suas vidas em uma cidade já prati­ca­mente deser­ta.

É bem difí­cil diz­er se as situ­ações que acom­pan­hamos são real­mente doc­u­men­tadas ou ficção, o que de cer­ta maneira, ficou bem inter­es­sante. A inter­pre­tação em ger­al, aca­ba fican­do mais para o espec­ta­dor de Port Of Mem­o­ry, que lida a todo momen­to com a dico­to­mia presença/ausência de som, pes­soas e até da própria real­i­dade.

Port of Mem­o­ry rece­beu o Prêmio Louis Mar­corelles de Cul­tures­france do Fes­ti­val do Ciné­ma du Réel 2010 e foi exibido no 7º Fes­ti­val de Verão do RS de Cin­e­ma Inter­na­cional, em Por­to Ale­gre.

Trail­er:


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emCinema, FestivalVerãoRS 2011 e tags , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Dossiê Daniel Piza
Spirallab