Crítica: O Exótico Hotel Marigold

Você já imaginou como serão seus dias quando se aposentar? Viajar e acalmar o ritmo da vida estão entre as atividades preferidas de quem está na melhor idade. Mas um grupo de sete idosos ingleses resolve desfrutar seus dias longe de casa, na India, em um paraíso anunciado como O Exótico Hotel Marigold (The Best Exotic Marigold Hotel, Inglaterra, 2011) que dá o nome do longa dirigido por John Madden e baseado no romance These Foolish Things (algo como “Estas coisas bobas”) de Deborah Moggach.

Com o dinheiro curto, mesmo tendo trabalhado uma vida inteira, a aposentadoria do pequeno grupo que protagoniza o longa nem de longe parece ser a mais sonhada durante a vida. Cheios de dilemas que carregam consigo, estão decididos a mudar de alguma forma. Cada um, com sua própria necessidade, é seduzido pela proposta de passar o resto da vida em um lugar exótico e pulsante, bem diferente da fria e burocrática Inglaterra que viveram toda a vida.

O hotel Marigold fica na cidade de Jaipur, na India e o jovem Sonny (Dev Patel) tem o sonho de transforma-lo em um exótico resort para idosos do mundo todo que procuram algo diferente das suas vidas comuns. E os sete primeiros hóspedes serão perfeitos para a empreitada do jovem que também vive o dilema de morar num país que tem um pé no passado das tradições e outro na crescente modernização.

O Exótico Hotel Marigold é narrado por Evelyn Greensdale (Judy Dench) que tem um blog e narra os dias e adaptação em Jaipur. Ela narra as transformações dela e de todos os personagens que estão em verdadeiros momentos de transição em que não somente a velhice é uma questão, mas também se ainda resta tempo de fazer coisas que gostam, entender o sentido de felicidade e usufruirem dela.

O enredo de O Exótico Hotel Marigold é construído com bastante leveza, mesmo que em alguns momentos o espectador tenha a impressão que há desenvolvimentos um pouco banais de algumas situações. Mas de forma nenhuma isso encobre a atuação do elenco que parece estar muito bem com a sua idade — lembrando que ele é formado por nomes como Tom Wilkinson e Maggie Smith — dando bastante graça ao filme e atuando junto com o elenco jovem como Dev Patel (Quem quer ser um Milionário) que aparenta ter uma queda pela comédia e que cria um equilibrio interessante entre o grupo britânico e seus costumes indianos apresentados de forma bastante criativa.

A India atual pode ser bem diferente dos livros de História e panfletos de turismo e é exatamente esse mundo de contrastes que o grupo encontra assim que desembarca no país. As cenas da caótica e exuberante cidade de Jaipur são mostradas na mesma velocidade em que os tok tok (motocicletas adaptadas) atravessam as ruas, com muitas cores e a mistura do antigo e do novo na arquitetura local, formam o cenário para as peripécias emocionais do grupo. O longa soma pontos usando uma fotografia bem natural e deixando por conta do próprio lugar com sua geografia e espaço social darem o tom dos cenários. Afinal, a India esteve sob o dominio britânico no passado o que iniciou a transição das tradições milenares para a adaptação à costumes ocidentais.

Aliás, é justamente esse contexto contrastante que o grupo, com costumes à moda inglesa bem enraizados, se depara que constrói a beleza do longa. Trazendo à tona o fato de que adaptações e mudanças são bem-vindas em qualquer momento e que nada está moldado em único formato para sempre. O Exótico Hotel Marigold é um longa simples mas altamente sensível, que mostra e aposta em um novo público e que com certeza vai agradar quem vai ao cinema em busca de algo mais calmo ao meio de tanto efeito especial e barulho. Não vai mudar a sua vida, mas vai te fazer pensar onde você vai querer estar no futuro.

Trailer:


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emCinema, Críticas e tags , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Comentários

  1. avatar Clarissa disse:

    Adorei o post.
    Já viu a página oficial? Tem muitos detalhes da filmagem, pode te render mais um texto.
    https://www.facebook.com/oexoticohotelmarigold

Spirallab