Cineclube Sesi exibe série de filmes do espanhol Luis Buñuel

Nes­ta sem­ana ini­ci­am as ativi­dades do Cineclube Sesi, uma ini­cia­ti­va das áreas de Cul­tura e Edu­cação – Cen­tro de Lín­guas e Cul­tura do Sesi/PR, que vai unir lín­gua e cul­tura por meio da exibição de filmes brasileiros e estrangeiros, com­bi­nadas com debates e palestras. Com curado­ria de Miguel Haoni, a pro­gra­mação do pro­je­to vai ofer­e­cer para o públi­co durante todo o ano o con­ta­to com um idioma estrangeiro através de ativi­dades difer­en­ci­adas e que fomen­tam o inter­esse por diver­sas cul­turas.

Em parce­ria com o Insti­tu­to Cer­vantes de Curiti­ba, nos dias 19 e 26 de jul­ho e 02 de agos­to acon­te­cem três ações do Cineclube Sesi, que pro­movem o diál­o­go entre cin­e­ma e cul­tura his­pâni­ca, ten­do como mote os filmes dirigi­dos pelo espan­hol Luis Buñuel (1900–1983). As inscrições são gra­tu­itas com vagas lim­i­tadas e podem ser real­izadas no site www.sesipr.org.br/cultura.
Con­fi­ra a pro­gra­mação:

Data: 26/07, às 19h30
Exibição e debate sobre o filme: “Virid­i­ana”
Clas­si­fi­cação: 14 anos
Duração: 90 min
Local: Cen­tro Cul­tur­al Sis­tema Fiep – Sala Mul­ti­artes — Av. Cân­di­do de Abreu, 200 Cen­tro – Curiti­ba — PR

Sinopse:
Às vésperas de ser orde­na­da freira, Virid­i­ana pas­sa uns dias na man­são do seu per­ver­tido tio, que, obceca­do com sua beleza, ten­ta seduzi-la de todas as maneiras. Com a morte repenti­na do tio, desiste da vida reli­giosa, indo morar na man­são. Movi­da pelo espíri­to de cari­dade cristã, ela abri­ga e ali­men­ta todos os mendi­gos da região. Porém, os mis­eráveis não se com­por­tam do jeito que ela esper­a­va.
Data: 02/08, às 19h30
Exibição e debate sobre o filme: “O Anjo Exter­mi­nador”
Clas­si­fi­cação: 12 anos
Duração: 95 min­u­tos
Local: Cen­tro Cul­tur­al Sis­tema Fiep – Sala Mul­ti­artes — Av. Cân­di­do de Abreu, 200 Cen­tro – Curiti­ba – PR

Sinopse:
Depois de uma fes­ta de gala, os ricos con­vi­da­dos, por uma razão inex­plicáv­el, não con­seguem deixar o local. Con­forme as horas, os dias e as sem­anas se pas­sam, a situ­ação pio­ra. As más­caras e con­venções soci­ais começam a ruir, rev­e­lando a fal­si­dade e podridão de cada pes­soa. Con­sid­er­a­da uma das grandes obras-pri­mas de Luis Buñel.


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emNotícias de Cinema e tags , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Spirallab