The Passenger

qual é a coisa mais bizarra que pode acontecer dentro de um ônibus?

curta da semana: the passenger

O australiano Chris Jones é um artista, animador e músico que se formou em Design Industrial na University of Technology em Melbourne e depois foi trabalhar como game artist na Beam Software (que depois virou Infogrames, Atari, agora Krome). Em 1998 começou a trabalhar nos horários livres em um curta, para servir de portfólio do seu trabalho, mas pouco sabia que este projeto iria mudar totalmente a sua vida. O tempo foi passando e a animação foi ganhando tamanha proporção que, para poder terminá-la, decidiu largar o emprego em maio de 2000 e viver somente do dinheiro que tinha economizado.

Depois de seis longos anos em um quarto com seu computador, finalmente conseguiu terminar o curta The Passenger (2006), que tem 7 minutos de duração. Ele foi o responsável por criar tudo no projeto: os sons, a música, a direção, os personagens, a animação, … financiando todo o equipamento necessário e seu sustento através daquelas economias que tinha feito, talvez uma das poucas opções em uma época onde nem se imaginava sites de crowdfunding.

A ideia inicial de The Passenger era que algo estranho acontecesse dentro de um ônibus e que fosse meio assustador. Assim surgiu o enredo de um viciado em livros que, para fugir de uma tremenda chuva e um cachorro louco que encontra, enquanto está andando tranquilamente lendo o seu livro, resolve entrar em um ônibus. Nele acaba encontrando um peixinho nada comum dentro de uma sacolinha de plástico.

curta da semana: the passenger

Chris documentou todo o processo de criação do seu projeto em um blog, que tem o divertido subtítulo “como fazer um filme de sete minutos em apenas oito anos”, onde ele conta vários detalhes muito interessantes da produção, como a péssima escolha que foi criar o personagem com mãos e pés grandes, que complica muito a vida na hora de animá-lo. Esses relatos são definitivamente uma consulta obrigatória para quem pensa ou já se aventura no mundo da animação digital.

No site também tem uma área de informações inúteis, onde ele compilou vários dados da criação do mesmo como: o curta contém 10.056 frames e o tempo médio de render foi 3 horas por frame, 192 trilhas de efeitos sonoros e que durante a produção do mesmo, as trilogias Star Wars, O Senhor do Anéis e Harry Potter foram feitas (não por ele).

Sabendo de tudo isso agora, você com certeza vai apreciar e se divertir ainda mais o curta!

Se você gostou do projeto e quiser apoiá-lo, o autor está vendendo o DVD com vários materiais extras no site.


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emCurta do Mês e tags , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Spirallab