Crítica: Como Cães e Gatos 2

Como Cães e Gatos 2

Animais que falam não costumam me atrair em filmes, exceto animações, mas Como Cães e Gatos 2 (Cats & Dogs: The Revenge of Kitty Galore, EUA, 2010), de Brad Peyton, entrou na lista das exceções.

Na eterna briga entre cães e felinos, Kitty Galore, uma ex-colaboradora da organização M.I.A.U. de espiões, quer derrotar não só seus inimigos caninos, mas também seus ex-companheiros de espionagem. Para detê-la, cães e gatos serão obrigados a unir forças pela primeira vez na história.

O filme é uma mistura de animais reais, animatrônicos (robôs) e animação computadorizada, e é bem difícil saber quando um dos três está sendo usado de tão bem feita que foi a produção. E mesmo assim, muitas vezes temos mais a impressão de estar assistindo à uma animação do que um filme live-action. Aliás, Como Cães e Gatos 2 tem todos os elementos de uma boa animação: visualmente muito bem feita, boas piadas, situações engraçadas e um cenário cheio de detalhes com inúmeras referências á outros filmes e à cultura em geral. Algumas delas são: Silêncio dos Inocentes, Exterminador do Futuro, James Bond (a cena de abertura é uma clara homenagem à série e o diretor é fã declarado dela), MIB, Batman, …

Falando em diversão, Como Cães e Gatos 2 é um dos filmes mais engraçados sobre agentes secretos que já vi. Isso se deve principalmente por ele não cair naquela coisa exagerada e forçada, algo muito comum em muito em outras produções do mesmo gênero.

Diferente da leva de filmes transformados para a 3D, este foi já produzido pensando nela. Ou seja, vale a pena ver Como Cães e Gatos 2 em 3D. Também assisti o filme dublado e, por incrível que pareça isso não foi algo que incomodou (não suporto filmes dublados), pois ela foi muito bem realizada.

Como Cães e Gatos 2 é diversão garantida até para aqueles que nunca gostaram de ver filmes onde animais reais são os protagonistas, principalmente se falam, e quem gosta vai se divertir ainda mais. Ah, e quem não viu o primeiro, não se preocupe, dá para entender toda a trama sem problema nenhum (eu inclusive não o assisti).

Seguindo os passos da Pixar, antes de Como Cães e Gatos 2 começar, tem um pequeno curta do Papaléguas que é muito divertido. Todo feito digitalmente, e em 3D, ele conseguiu manter o espírito do desenho animado original, trazendo uma certa nostalgia para quem acompanhava a série. E, durante os créditos do filme, são exibidos vídeos caseiros engraçadas e/ou bonitinhos de animais de estimação, provavelmente tirados do YouTube, mostrando também algumas das “celebridades” animais virtuais (incluindo o famoso keyboard cat).

Quer assistir Como Cães e Gatos 2 de graça? Então participe da Promoção Como Cães e Gatos 2 e concorra a brindes e convites para ver o filme.

Outra críticas interessantes:

Trailer:


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emCinema, Críticas e tags , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Comentar

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos obrigatórios estão marcados com *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Dossiê Daniel Piza
Spirallab