O Corvo, de Valêncio Xavier

Valêncio Xavier, pelo quadrinista Joe Bennet

Quando se fala de Valêncio Xavier é impossível não associar a figura de experimentalismo em cinema e literatura. O escritor/diretor/roteirista, e tantas outras denominações, marcou a cena contemporânea brasileira se tornando um vanguardista no assunto de tratar o cinema de forma mais literária e de trazer a força da imagem para dentro do texto. Prova disso é o clássico livro Mez da Grippe, de 1981, em que para tratar da gripe espanhola que assolou Curitiba, em 1918, o escritor cria sua ficção usando reportagens e fotos da época.

No cinema, Valêncio Xavier não fez diferente, suas produções oscilam entre o experimentalismo e o uso de imagens documentadas, oriundas de alguma situação cotidiana. Em O Corvo, Valêncio vai além de uma livre adaptação do clássico poema de Edgar Allan Poe, fazendo referências totalmente desconectadas do tom sombrio e aterrorizante do clássico. Nesse curta de apenas 12 minutos, ele transporta o lirismo pelas ruas de uma Curitiba preta e branca onde o nevermore sai da boca de transeuntes que simbolizam o corvo mensageiro.

Quem narra O Corvo é a bela voz do ator Paulo Autran que configura um tom por vezes irônico à tradução de Reynaldo Jardim. As ilustrações que aparecem no curta são do Francês Gustavo Doré que se misturam às filmagens de Valêncio Xavier. Com certeza uma das versões – ou seria melhor, interpretação? – mais interessantes do poema. Vale ressaltar que o curta ficou por décadas em VHS até que o dono de um sebo curitibano conseguiu, com a autorização da família Xavier, colocá-lo online. Uma preciosidade.


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emCurta do Mês e tags , , , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Comentar

Seu email nunca será publicado ou distribuído. Campos obrigatórios estão marcados com *

*
*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Spirallab