Le Taxidermiste

Uma despedida no mínimo excêntrica para um taxidermista bem fora do comum

LeTaxidermiste-1

Os animais preparados pelo taxidermista estão presentes em todo lugar da casa

A esposa em sua sua última homenagem ao falecido marido – um exímio taxidermista – contrata uma agência funerárial à domicílio. Esta é a história do curta Le Taxidermiste (França, 2011), dirigido por Paulin Cointot, Dorianne Fibleuil, Antoine Robert e Maud Sertour, alunos da universidade francesa de computação gráfica Supinfocom Arles.

Apesar do tema mórbido, a animação é repleta de humor negro, cheia de pequenas brincadeiras e piadas, sendo difícil não esboçar nem que seja um pequeno sorriso durante a duração do curta. Além dos personagens principais (que são no mínimo excêntricos), não podemos esquecer de outro sempre presente: a mosca.

LeTaxidermiste-2

A oficina de trabalho do taxidermista

Através dos vários trabalhos espalhados pela casa, descobrimos um pouco mais sobre a vida deste peculiar taxidermista, que em seu velório só teve a presença da esposa e dos animais empalhados. Vemos alguns dos que parecem serem seus primeiros trabalhos, ainda bem tortos e sem muito cuidado. Outros que estavam em progresso e também todas as ferramentas utilizadas em seu ofício. Além disso, é possível ver rapidamente algumas fotos suas e de sua mulher, espalhadas pelos cômodos, revelando um pouco mais da vida dos dois.

Desenho com as proporções dos personagens

Desenho com as proporções dos personagens

Por conta da enorme quantidade de objetos presentes em cada um dos ambientes da casa, vários detalhes podem passar desapercebidos na primeira vez, tornando uma segunda assistida ainda mais interessante e divertida.

No site oficial da animação é possível ver várias imagens do processo de criação do curta e dos personagens. Apesar do making of ainda não estar disponível, vale a pena a visita.


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emCurta do Mês e tags , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Spirallab