Últimas apresentações de “A Máquina Infernal” no Guairinha

Releitura de Jean Cocteau sobre o mito de Édipo ganha montagem contemporânea com foco no público jovem

ultimas-apresentacoes-de-a-maquina-infernal-no-guairinha

O mito de Édipo, sob a releitura do dramaturgo, poeta e cineasta Jean Cocteau (1889-1963) no texto “A Máquina Infernal” (1934) serviu de inspiração para o espetáculo homônimo, da Gran Companhia D’Arte Dramática, que está com suas últimas apresentações no Guairinha.

Com adaptação, cenário e direção de Roberto, produção de Thadeu Peronne, incentivo do Banco do Brasil através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Curitiba e apoio do Teatro Guaíra, a montagem conta a história de Édipo, personagem bem conhecido da mitologia grega, que mata o pai e casa-se com a própria mãe, mas trazendo a perspectiva de um jovem, com seu olhar egoísta, diante de uma máquina infernal que é o mundo.

O elenco conta com a participação especial de Rosana Stavis, além dos atores Gerson Delliano, João Graf, Joseane Berenda, Ludmila Nascarella e Marvhem HD. O figurino, de Paulinho Maia, e a sonoplastia, de Cesar Sarti, trazem elementos da Grécia antiga, mas com foco na contemporaneidade. A companhia conta ainda com uma assessoria de referências gregas, dada por Aimilia Koulogeorgiou.

“A Máquina Infernal” tem apresentações até o próximo sábado, dia 22, de quarta a sexta-feira, às 20h; Sábados, às 16h30 e 20h no Guairinha.

SERVIÇO:
“A Máquina Infernal”, da Gran Companhia D’Arte Dramática
Data: de 06 a 22 de março
Dias e horários: De quarta a sexta-feira, às 20h; Sábados, às 16h30 e 20h
Local: Guairinha – Rua XV de Novembro, 971 – Curitiba – PR
Ingressos: R$ 15,00 e R$ 7,50 + R$ 6,00 (taxa administrativa)
Classificação: 12 anos
Local de venda: Disk Ingressos 3315 0808 e quiosque nos shoppings Mueller, Estação, Total e Palladium

Ficha técnica:
Texto: Roberto Innocente, inspirado na obra de Jean Cocteau
Direção: Roberto Innocente
Elenco:
Gerson Delliano, João Graf, Joseane Berenda, Ludmila Nascarella, Marvhem HD e Rosana Stávis.
Direção de Produção: Thadeu Peronne
Figurinos: Paulinho Maia
Sonoplastia: Cesar Sarti
Iluminação: Rodrigo Ziolkowski
Cenário: Roberto Innocente
Confecção de Cenário: Equipe Versátil Andaimes e equipe Teatro Guaíra
Administração: Mazé Portugal
Projeto Gráfico: Ana Camargo Design
Ilustração: Márcia Széliga
Assessoria de Imprensa: Flamma Comunicação
Fotos: Chico Nogueira
Assessoria de referências gregas: Aimilia Koulogeorgiu
Vídeos: Amarildo Martins, Marvhem HD e GP7
Captação de Recursos: Thadeu Peronne
Incentivo: Banco do Brasil, Lei Municipal, Prefeitura e Fundação Cultural de Curitiba.
Apoio: Teatro Guaíra, SESI, Versátil Andaimes, Pizzaria Boca de Forno, Restaurante Bouquet Garni Curitiba, Padaria América e Academia Liv!


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emNotícias de Eventos e tags , , , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Spirallab