Corpo Ancestral de Maikon K, em Curitiba

Após par­tic­i­par da exposição Ter­ra Comu­nal de Mari­na Abramovic, Maikon K apre­sen­ta Cor­po Ances­tral no Teatro Lon­d­ri­na com entra­da gra­tui­ta

Corpo Ancestral - Foto de Lauro Borges

Cor­po Ances­tral — Foto de Lau­ro Borges

A par­tir do dia dois de jun­ho, o artista Maikon K apre­sen­ta seu solo Cor­po Ances­tral no Teatro Lon­d­ri­na, no Memo­r­i­al de Curiti­ba. O tra­bal­ho cumpre tem­po­ra­da até dia 14 de jun­ho, de terça a domin­go, às 19h com entra­da gra­tui­ta. Nos sába­dos e domin­gos são real­izadas sessões extras às 17h.

Cor­po Ances­tral é uma dança de Maikon K, em colab­o­ração com os artis­tas Kysy Fis­ch­er, Fae­tusa Tezel­li, Fábia Regi­na e Beto Kloster. Neste tra­bal­ho, o artista inves­ti­ga suas memórias e mitolo­gias pes­soais para cri­ar um “cor­po de pas­sagem”. A dra­matur­gia se con­strói na relação com a plateia, que se local­iza per­to do per­former, e na cri­ação de um fluxo de ima­gens e sen­sações.

A primeira ver­são de Cor­po Ances­tral estre­ou em 2013. Segun­do o artista, com este pro­je­to, sua inves­ti­gação tem como pon­to de par­ti­da o cor­po xam­âni­co. “Bus­co com este tra­bal­ho, um cor­po “devir”, capaz de con­stru­ir diver­sas real­i­dades através do som não ver­bal, do movi­men­to, de sig­nos visuais e ativi­dades rit­u­al­izadas. Um cor­po sem iden­ti­dade fixa, em con­stante trans­for­mação, que expres­sa as forças e arquéti­pos que nele habitam”, argu­men­ta o per­former Maikon K.

Seu tra­bal­ho situa-se nas fron­teiras entre dança, per­for­mance e rit­u­al, ele­gen­do o cor­po como matriz sim­bóli­ca e cam­po de exper­i­men­tação. Em 2015, sua dança-insta­lação “DNA de DAN” foi sele­ciona­da pela artista sérvia Mari­na Abramovic para inte­grar a mostra “Oito Per­for­mances”, den­tro da exposição Ter­ra Comu­nal.

As apre­sen­tações de Cor­po Ances­tral acon­te­cem de 2 a 14 de jun­ho, de terça a domin­go, sem­pre às 19h, no Teatro Lon­d­ri­na, no Memo­r­i­al de Curiti­ba. Nos sába­dos e domin­gos ocor­rem sessões extras às 17h. A ofic­i­na “Cor­po do Abis­mo” será ofer­e­ci­da gra­tuita­mente ao públi­co em ger­al, no dia 13 de jun­ho, com­par­til­han­do as práti­cas de cri­ação do artista. Os inter­es­sa­dos devem man­dar e-mail para maikonk[arroba]gmail[ponto]com .

Serviço: Cor­po Ances­tral de Maikon K.
Teatro Lon­d­ri­na — Memo­r­i­al de Curiti­ba
de 2 à 14 de jun­ho às 19h
sessões extras aos sába­dos e domin­go às 17h
Entra­da Fran­ca
Para mais infor­mações ou quais­quer dúvi­das, favor entrar em con­ta­to.
Vic­tor Hugo (41) 9684–9506


Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emNotícias, Notícias de Eventos e tags , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Dossiê Daniel Piza
Spirallab